Logo Guia JeansWear

Selecione seu idioma

Notícias

21/06/17 10:42

MERCADO

Mercado de moda masculina cresce o dobro do feminino no último ano

Mercado de moda masculina cresce o dobro do feminino no último anoAproveitando a temporada de desfiles masculinos, que começaram em Londres, a Mintel revelou um estudo sobre o segmento, que está a todo vapor. Em 2016, o mercado de moda masculina no Reino Unido alcançou a marca de 14,5 milhões de libras (aproximadamente 16,5 milhões de euros), segundo esta nova pesquisa da Mintel, crescendo cerca de 2,8%, ou seja, duas vezes mais do que o mercado de moda feminina, que subiu apenas 1,3%, para os 27,25 milhões de libras.

À medida que os consumidores mais jovens começam a comprar cada vez mais roupas, vão procurando marcas capazes de corresponder aos seus desejos, com um quinto dos consumidores com menos de 25 anos desejando coleções atualizadas com maior frequência.

Considerando essa mudança de atitude em relação ao guarda-roupa, as previsões da Mintel são de que o menswear cresça cerca de 12,3% entre 2016 e 2021, alcançando assim os 16,3 milhões de libras só no Reino Unido.

“Cada vez mais varejistas e marcas foram aproveitando o crescente mercado de moda masculina, expandindo a sua oferta, bem como lançando lojas e websites independentes dedicados à moda masculina”, afirma Tamara Sender, analista de moda da Mintel. “À medida que mais varejistas vão entrando no mercado de moda masculina e os homens têm maior escolha de produtos, estilos e fits, o setor se torna mais competitivo. Os millennials também estão ficando cada vez mais exigentes, exigindo peças de qualidade superior, coleções atualizadas com mais frequência e designs únicos”, explica Sender.

Em comparação com as mulheres, os homens mais jovens compraram mais calçados no último trimestre (47% do sexo masculino entre 16 e 24 anos, contra 45% do sexo feminino na mesma faixa etária), com a crescente popularidade de calçados esportivos encabeçando as vendas no mercado masculino. Enquanto isso, os homens entre os 25 e os 44 anos ultrapassaram as mulheres da mesma idade quando se trata de comprar roupas no último semestre de 2016 (47% dos homens entre os 25 e os 44 anos contra 43% das mulheres).

Foram os homens opinaram que vale a pena pagar mais por vestuário produzido no Reino Unido, com 42% dos consumidores masculinos em comparação com 37% das mulheres pesquisadas. Mais de um terço dos consumidores masculinos mostrou-se interessado em tecidos mais ecológicos. O número sobe para dois em cada cinco nos homens posicionados numa faixa etária entre os 16 e os 34 anos. A pesquisa revelou também que um em cada quatro homens gostaria da opção de comprar vestuário diretamente das redes sociais.

Com a crise da obesidade que assombra a Europa, cresceu a necessidade e procura por tamanhos maiores, cerca de 13% dos consumidores masculinos afirmaram que gostariam de ver mais peças em tamanhos plus-size. No outro extremo da escala, um em cada 20 gostaria de ter tamanhos menores.

Com os homens a apostando cada vez mais no vestuário casual, quase 60% dos pesquisados concordaram que os estilos esportivos são práticos para o uso no dia-a-dia. Os homens mostraram-se mais propensos do que as mulheres a concordar com isso, destacando a importância do vestuário esportivo para o mercado de moda masculina. Três em cada dez homens com idades entre os 16 e os 24 anos e cerca de um em quatro homens na faixa etária entre os 25 e os 44 anos compraram roupas esportivas nos últimos três meses.

Fonte | Assinatura: TALITA PAULETTO/PORTUGAL TÊXTIL | FOTO: REPRODUÇÃO

Fotos

Versão para Impressão
Enviar para um amigo
FaceBook
Twitter
 
Versão para Impressão
Enviar para um amigo

OK
Notícias Mais Recentes

Publicidade





Guia JeansWear Copyright 2005 - 2014. Todos os direitos reservados.